Treinador argentino deve perder pelo menos três jogos do Galo. Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

Treinador argentino deve perder pelo menos três jogos do Galo. Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

Mais um clube do Campeonato Brasileiro começa a sofrer com surto de coronavírus. Enquanto Santos e Palmeiras tentam controlar a disseminação do vírus em seus elencos, agora é a vez do Atlético-MG sofrer com o mesmo problema. O Galo anunciou na noite da última segunda-feira (16) que 9 casos de Covid-19 foram diagnosticados no clube.

Entre os infectados estão o treinador Jorge Sampaoli e o zagueiro Gabriel, além de funcionários do clube e membros da comissão técnica. Todos, segundo o Galo, estão assintomáticos ou com sintomas leves, e isolados do restante dos profissionais.

Com isso, Sampaoli não comanda o Atlético na partida diante do Athletico-PR nesta quarta-feira (18), às 19h, no Mineirão, em jogo atrasado do Brasileirão, e perde também os jogos contra o Ceará e Botafogo. Sem o técnico argentino e seu principal auxiliar, Jorge Desio, também infectado, o comando da equipe para os próximos jogos ainda é incerto. Uma possibilidade é que o ex-jogador Eder Aleixo, que pertence a comissão técnica do Galo, fique no banco de reservas.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa