Adriano é alvo do São Paulo. Foto: Maurizio Lagana/Getty Images

Adriano é alvo do São Paulo. Foto: Maurizio Lagana/Getty Images

As quatro semanas de interrupção do calendário do futebol nacional para a disputa da Copa América prometem ser agitadas no mercado da bola e causam apreensão nos torcedores: afinal, com as especulações na Europa fervendo, como o seu time do coração pode ser afetado para a sequência da Série A do Campeonato Brasileiro?

O UOL Esporte traçou um prognóstico de como alguns dos principais clubes do Brasil se preparam no mercado para esta parada tanto em relação a vendas como em contratações. Alguns reforços, como Ramires no Palmeiras e Rafinha no Flamengo, já estão confirmados. Mas muitas outras movimentações são esperadas. Confira:

Corinthians

O Corinthians pode ter muitas mudanças durante a parada para a Copa América, a começar pelo final do contrato de Ángel Romero, que não chegou a acordo para renovação e passou o semestre inteiro afastado. Outros estrangeiros que podem sair são Araos e Sérgio Díaz: o primeiro para ganhar experiência e ambientação ao futebol brasileiro, o segundo para ser devolvido ao Real Madrid ou ir parar no Cerro Porteño (PAR) após ser pouco aproveitado por Carille.

O próprio treinador, aliás, tem sondagem para retornar ao futebol saudita. Ele desperta interesse do Al Hilal, um dos maiores times da Arábia Saudita e que o monitora desde 2018.

Palmeiras

AP Photo/Gustavo Garello

Keno é o maior desejo do Palmeiras durante a parada
Imagem: AP Photo/Gustavo Garello

Depois de confirmar a chegada do volante Ramires, o Palmeiras observa o mercado da bola em busca de oportunidades. Considerado por muitos o elenco mais forte do Brasil, o clube tem no atacante Keno seu maior sonho, embora uma negociação com o jogador dependa da liberação junto ao Pyramids FC.

Com renovações recentes de suas principais estrelas, o Palmeiras também tem uma situação confortável em relação a saídas durante esta parada, com nenhum jogador em negociação.

Santos

Após 10 contratações no primeiro semestre do ano, o Santos considera seu elenco praticamente fechado. Durante a parada para a Copa América, o clube busca apenas um lateral-direito para ser reserva de Victor Ferraz, já que Matheus Ribeiro não convenceu, mas não trata o assunto com urgência. Rodinei, do Flamengo, é um dos nomes do radar.

Para saída, a lista é mais extensa. Além de Copete, que já acertou empréstimo ao Pachuca (MEX), o Santos quer se desfazer de Bryan Ruiz, meia costarriquenho não está nos planos de Jorge Sampaoli. O zagueiro Cléber Reis, o volante Guilherme Nunes e o atacante Felippe Cardoso completam a lista de encostados.

Novamente em alta, Lucas Veríssimo deve receber assédio da Europa. O zagueiro quase deixou o Peixe nas últimas duas janelas, mas a pedida afastou os interessados. Já o atacante Rodrygo, negociado com o Real Madrid (ESP), já se despediu e jogará pelo clube espanhol a partir de agora.

Ale Cabral/AGIF

Copete deixará o Santos
Imagem: Ale Cabral/AGIF

São Paulo

O São Paulo inicia a parada para Copa América com dois alvos na mira, mas ambas as negociações encontram empecilhos. O atacante argentino Juan Dinenno já tem o aval de Cuca, mas a diretoria ainda não chegou a um acordo com o Racing, dono dos direitos do centroavante. Já o lateral esquerdo Adriano, do Besiktas, já demonstrou interesse em retornar o Brasil, mas a negociação ainda está travada na parte financeira.

Por outro lado, existe a expectativa de uma pequena reformulação no elenco, com Jucilei, Nenê e Bruno Peres como jogadores mais cotados para sair. Eles não se enquadram no perfil desejado por Cuca para a equipe e, com as possíveis transferências, ajudam no processo de redução da folha salarial.
Já o zagueiro Arboleda é considerado o principal ativo do São Paulo para reforçar o seu caixa e nunca escondeu o desejo de atuar na Europa. Já despertou interesse de clubes da Espanha.

Antony, por sua vez, é bem cotado no mercado europeu, mas o São Paulo não tem o desejo de negociá-lo, a não ser que uma proposta fora dos padrões torne a sua permanência inviável.

Botafogo

A chegada do atacante Victor Rangel no começo de junho satisfez a principal necessidade do técnico Eduardo Barroca e deixa o Botafogo em compasso de espera neste começo de parada, sem nenhuma negociação em andamento.

Por outro lado, Leo Valencia pode deixar o clube. Pouco utilizado por Barroca, o jogador espera por propostas e pode ser negociado.

Flamengo

O Flamengo anunciou o lateral-direito Rafinha e apresentou o técnico português Jorge Jesus, que vão se integrar ao clube durante a paralisação. Há uma busca por um zagueiro (além do Rodrigo Caio, ideia era trazer mais um no início do ano, o que não se concretizou) e um lateral esquerdo. Filipe Luis é o favorito, mas ainda não decidiu se continuará na Europa após ver seu contrato com o Atlético de Madri vencer. Em sua apresentação, Jorge Jesus pediu um ou dois reforços, não abrindo quais posições apontou como carentes.

Já em relação a possíveis saídas, o Athletico-PR demonstrou interesse no zagueiro Rhodolfo. Santos e Bahia fizeram contatos com Rodinei, mas a tratativa não avançou. A chegada de Rafinha pode fazer o clube rever essa posição e negociá-lo.

No momento, não há outras negociações de saída em curso, mas com a abertura do mercado europeu existe a apreensão por eventuais propostas a Léo Duarte e Cuéllar.

Lucas Figueiredo/CBF

Filipe Luis é alvo do Flamengo
Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Fluminense

O Fluminense não tem nenhuma negociação para chegada de reforços em andamento, mas teme perder nomes importantes, caso do atacante Pedro, sempre na mira dos europeus. Luciano, que pediu para não completar o sétimo jogo pelo clube, dificilmente fica. Insatisfeito com atrasos recorrentes de salários, Yony González também pode sair.

Vasco

Ainda sem nomes definidos, o Vasco observa o mercado atrás de pelo menos três reforços para suprir perdas recentes como a de Maxi Lopez. Existe interesse em reforçar todas as posições, com exceção do gol.

Por outro lado, o clube convive com a possibilidade de negociar jogadores dependendo de boas propostas da Europa. Estes são os casos dos jovens Marrony, Tiago Reis, Andrey e Ricardo Graça. O atacante Rossi, que está emprestado até o final da temporada pelo Shenzhen FC, também é alvo de especulações.

Grêmio

Já com um elenco recheado de opções, o Grêmio inicia a parada atenta à situação de três jogadores: Everton, Luan e Kannemann. Artilheiro do time em 2018 e 2019, o meia-atacante que está com a seleção é a bola da vez para ser negociado. Já foi sondado por clubes da Rússia, Itália e França e propostas devem chegar. O Grêmio admite a possibilidade de negociá-lo.

Já Luan, em baixa, já esteve na mira de times de Portugal, França e Itália. Grêmio tem 65% dos direitos, contrato vai até o final de 2020 e saída poderá ser facilitada. Kannemann: por sua vez, já foi especulado como alvo de Atletico de Madri e Arsenal.

Por outro lado, o Grêmio tem dois perfis definidos na busca por reforços para o meio-campo, embora os nomes ainda não estejam definidos. Primeiro, o clube procura um jogador com características próximas às de Maicon. A comissão técnica também sonhou com Thiago Neves antes da parada do Brasileirão, mas não conseguiu. Mas perfil de um meia goleador e decisivo interessa no mercado.

Internacional

Ricardo Duarte/Inter

Tréllez tem caminho livre para deixar o Internacional
Imagem: Ricardo Duarte/Inter

O Internacional se prepara para vender Iago. O lateral esquerdo é alvo de uma série de clubes da Europa e, dependendo da proposta, pode ser negociado. Além dele, Rodrigo Dourado e William Pottker também têm chance de venda. Jonatan Alvez deixa o clube em fim de contrato, Santiago Tréllez tem caminho livre para encontrar outro destino.

As chegadas ainda não estão definidas. O Colorado poderá repor na lateral caso perca Iago, analisa investir em jogadores de ataque e meio-campo. No entanto a falta de recursos para uma movimentação mais firme trava acordos maiores.

Atlético-MG

Depois de acertar as chegadas do volante Ramón Martínez e do lateral esquerdo Lucas Hernández, o Atlético-MG tem como próximo alvo o atacante Luciano, que está em litígio com o Fluminense. O time ainda observa no mercado nomes para suprir duas carências do elenco: um zagueiro e um meia-atacante.

Por outro lado, o clube deve dar continuidade ao enxugamento do elenco. Depois de rescindir o contrato com Martín Rea, Rafael Papagaio também é cotado para deixar o clube. Já o meio-campista Nathan tem a situação indefinida, já que seu empréstimo vence durante a parada para a Copa América. O Galo negocia com o Chelsea a permanência até o final do ano.

Thiago Ribeiro/AGIF

Luciano pode jogar no Atlético-MG
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Cruzeiro

Apesar da má fase no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro dá indícios de que apostará na manutenção de um elenco considerado forte para um segundo semestre de desafios, com a Copa do Brasil e a Copa Libertadores no horizonte. O clube neste momento não tem nenhum alvo definido no mercado.
Por outro lado, Lucas Silva está emprestado pelo Real Madrid até o meio do ano e dificilmente ficará no clube. A intenção do time espanhol é negociá-lo em definitivo com outra equipe da Europa.

Outra possível perda é a de Murilo, que está na mira do Lokomotiv Moscou, da Rússia. Atualmente, o zagueiro está com a seleção olímpica no Torneio de Toulon, na França, e a diretoria estuda a possibilidade de negociá-lo caso receba uma proposta concreta pelo atleta.

*Colaboraram Alexandre Araújo, Arthur Sandes, Bernardo Getile, Bruno Braz, Diego Salgado, Eder Traskini, Enrico Bruno, José Eduardo Martinz, Jeremias Wernek, Leo Burlá, Marinho Saldanha e Thiago Fernandes.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    52
  • 2 Pal
    47
  • 3 San
    44
  • 4 Cor
    42
  • 5 São
    39
  • Veja tabela completa