Líder do Brasileiro, Palmeiras terá sete dias de folga após o jogo com o Avaí. Foto: Andre Borges/AGIF

Líder do Brasileiro, Palmeiras terá sete dias de folga após o jogo com o Avaí. Foto: Andre Borges/AGIF

Na contramão do que aconteceu no ano passado, quando o calendário do futebol brasileiro também parou por um mês por conta da Copa do Mundo, o Palmeiras planejou sua intertemporada durante a pausa para a Copa América 2019 com menos dias de folga e sem longas viagens. Mesmo na liderança isolada do Campeonato Brasileiro, os atletas desta vez voltarão mais cedo ao trabalho e devem, a princípio, fazer apenas jogos-treino contra Oeste e Guarani, equipes paulistas.

O planejamento contrasta com a excursão para a América Central que o clube fez no ano passado, após 11 dias de folga. Na ocasião, a diretoria pensou a viagem como uma forma de fortalecer as relações internas no elenco, fazendo o time passar mais tempo junto fora de campo. Ainda sob o comando de Roger Machado, o Palmeiras fez três amistosos, contra Árabe Unido, Independiente Medellín e Alajuelense, e venceu todos. O técnico, porém, foi demitido menos de um mês depois, após perder do Fluminense no Brasileiro.

Desta vez, a folga será de apenas sete dias, conforme explicou Felipão após a vitória por 1 a 0 sobre o Athletico-PR no último sábado. O elenco será liberado após a partida contra o Avaí nesta quinta-feira (13) e se reapresenta no dia 21 de junho. Os amistosos contra Oeste e Guarani devem acontecer em 29 de junho e 3 de julho, e a volta às competições oficiais está marcada para a semana seguinte, com o duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, ainda sem adversário definido.

Vale lembrar que a ideia inicial do Palmeiras era participar de um torneio amistoso no Ceará, que também contaria com Vasco, Ceará e Fortaleza, mas a competição acabou cancelada após a prisão do ex-jogador Roni, suspeito de fraude esportiva, no mês passado. Era a empresa dele a responsável pela organização do torneio.

No ano passado, a intertemporada alviverde causou mudanças importantes na equipe. A principal delas foi a promoção de Weverton a goleiro titular, desbancando Jailson, que havia começado o ano como destaque e depois tido uma queda de produção. Agora, porém, a maior preocupação de Felipão não é mudar, mas sim manter o ritmo que o time vem apresentando. O treinador tem ressaltado repetidas vezes que a equipe não pode se acomodar com a longa invencibilidade no Brasileiro e a liderança do campeonato.

Antes de pensar no recesso, entretanto, o Palmeiras tem um último desafio. O jogo com o Avaí na quinta-feira, novamente no Allianz Parque, é visto como uma oportunidade ideal para entrar na pausa para a Copa América com uma pontuação acima da projetada inicialmente pela comissão técnica. Felipão pensava em ter pelo menos 22 pontos após as primeiras nove rodadas, e o Verdão atingirá exatamente esta marca se ganhar o próximo jogo - ainda sem contar com os três pontos provisoriamente suspensos pela CBF até que o STJD julgue o pedido de impugnação da vitória sobre o Botafogo.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    22
  • 2 San
    20
  • 3 Fla
    17
  • 4 Int
    16
  • 5 Atl
    16
  • Veja tabela completa