Jogadores do Palmeiras durante treinamento neste sábado (9)

Jogadores do Palmeiras durante treinamento neste sábado (9)

Leandro Miranda
Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras volta a campo nesta segunda-feira (11) para enfrentar o Bragantino, às 20h, no Pacaembu, pela sexta rodada do Campeonato Paulista, com dúvidas na equipe titular após o primeiro "respiro" da temporada. Depois de uma maratona de cinco partidas em 13 dias, a equipe teve pela primeira vez uma semana completa para trabalhar, o que coloca um ponto de interrogação no sistema de rodízio de Felipão.

O treinador, como de costume, fechou todos os trabalhos à imprensa ao longo da semana e não deu qualquer pista do time que entrará em campo contra o Bragantino. O único desfalque certo é Deyverson, expulso contra o Corinthians, que será julgado também nesta segunda no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) pela cusparada que deu em Richard no clássico.

O rodízio foi uma necessidade nos primeiros jogos do ano e já fazia parte do planejamento físico da equipe, que teve apenas 18 dias de pré-temporada. Para minimizar o risco de lesões, a solução encontrada foi revezar quase todos os jogadores de um jogo para o outro. Agora, com nove dias de intervalo desde a última partida, a situação é diferente, e é possível que pelo menos parte do time que enfrentou o Corinthians seja repetida.

Felipão sempre manteve o discurso de continuar em 2019 com a política de rodar bastante o elenco. A estratégia foi um sucesso no ano passado: além de ter mantido o Palmeiras brigando em três frentes até as fases decisivas, também foi apontada internamente com um fator crucial para manter todos os atletas motivados, em um grupo que tinha jogadores importantes sem lugar cativo na equipe titular.

O time que começou jogando o clássico na última rodada teve Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Carlos Eduardo, Dudu e Borja. Caso Felipão mantenha o revezamento de titulares, o Palmeiras deve ter uma defesa totalmente diferente (Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís), além das prováveis presenças de Thiago Santos, Moisés, Gustavo Scarpa e Felipe Pires.

O jogo marcará também a primeira vez do Palmeiras no Pacaembu em 2019. O time não poderá jogar no Allianz Parque por causa dos shows do cantor Ed Sheeran, marcados para quarta (13) e quinta (14). No ano passado, o Verdão atuou seis vezes no estádio municipal, com cinco vitórias e uma derrota. Sob o comando de Felipão, o aproveitamento foi de 100%, com quatro vitórias.

Foto: Palmeiras/Flickr

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa