Ele estava com 79 anos. Foto: Williams Racing/Divulgação

Ele estava com 79 anos. Foto: Williams Racing/Divulgação

Morreu neste domingo (28), aos 79 anos, o britânico Frank Willliams, fundador da equipe de Fórmula 1 que leva seu nome e foi vendida em agosto do ano passado para o grupo de investimentos norte-americano Dorilton Capital. O anúncio foi feito por meio das redes sociais da própria Williams, que não informou a causa da morte, mas ele vinha sofrendo de problemas de saúde há bastante tempo, a ponto de sua filha, Claire Williams, ter assumido o comando do grupo até a venda em 2020. Na última sexta-feira (26) ele foi internado em um hospital londrino.

Nascido em 16 de abril de 1942, no Condado de Durham, na Inglaterra, Frank WilliamS foi piloto e mecânico, e em 1966 fundou sua equipe para competições de Fórmula 2 e Fórmula 3, para em 1977 iniciar sua trajetória na Fórmula 1, na condição de construtor.

Em 1978, partir do robusto patrocínio de um grupo árabe, passou a figurar como um dos mais importantes chefes de equipe. O compatriota Patrick Head foi seu sócio na empreitada de sucesso, com conquistas marcantes.

Foram nove títulos de construtores e sete de pilotos, incluindo um do brasileiro Nelson Piquet, em 1987. O primeiro título de pilotos aconteceu sete anos antes, em 1980, com o australiano Alan Jones, e o último foi em 1997, com o canadense Jacques Villeneuve.

Foi pela Williams que Ayrton Senna, ainda na Fórmula 3, fez seu primeiro teste a bordo de um carro de Fórmula 1, e também foi pelo time sediado em Grove que Senna disputou seu último GP, o de San Marino, em 1994, quando sofreu o acidente fatal na curva Tamburello.

A Williams, também foi a última equipe de outros quatro pilotos brasileiros: Antonio Pizzonia, Rubens Barrichello, Bruno Senna e Felipe Massa.

O britânico Nigel Mansell, campeão pela Williams em 1992, foi o maior vencedor pelo time, com 28 triunfos. 

ACIDENTE 

Desde março de 1986, após um grave acidente automobilístico na França, próximo ao circuito de Paul Ricard, Frank Williams era tetraplégico.

DECLARAÇÃO DO ATUAL CEO DA WILLIAMS

“A equipe Williams Racing está realmente triste com o falecimento de nosso fundador, Sir Frank Williams. Sir Frank foi uma lenda e um ícone do nosso esporte. Sua passagem marca o fim de uma era para nossa equipe e para o esporte da Fórmula 1. Ele foi único e um verdadeiro pioneiro. Apesar das adversidades consideráveis ??em sua vida, ele liderou nossa equipe em 16 Campeonatos Mundiais, tornando-nos uma das equipes de maior sucesso na história do esporte. Seus valores, incluindo integridade, trabalho em equipe e uma independência e determinação ferozes, continuam sendo a essência de nossa equipe e são seu legado, assim como o nome da família Williams, sob a qual temos orgulho de competir. Nossos pensamentos estão com a família Williams neste momento difícil. ”

Jost Capito, CEO e chefe de equipe

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa