Meia Fessin foi relacionado para oito partidas do Corinthians no último Brasileirão. Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians

Meia Fessin foi relacionado para oito partidas do Corinthians no último Brasileirão. Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians

Um 2018 de sonho virou pesadelo para Fessin logo nos primeiros dias de 2019. A trajetória de sucesso do meia do Corinthians teve uma baixa na última terça-feira (8), após ele sofrer uma fratura da tíbia da perna direita durante uma partida da Copa São Paulo.

A dura realidade atual contrasta com os 12 meses do ano passado, marcados por uma rápida ascensão. Há um ano, Fessin dava os primeiros passos no futebol profissional. Com a camisa 10 do ABC, o meio-campista chamou a atenção do Corinthians, que desembolsou R$ 2 milhões para contratá-lo (o vínculo se encerra no fim de 2021).

De maio a dezembro, a história ganhou novos capítulos agradáveis. Aos 19 anos, o jogador começou sua trajetória no Corinthians pelo time sub-20, embora tenha ajudado o ABC a faturar o tri estadual como titular. A ideia da diretoria corintiana era acelerar o processo de adaptação do atleta, que teria mais espaço para superar barreiras.

Fessin deu a resposta em campo. Referência na equipe sub-20, sobretudo no Campeonato Paulista, o jovem chegou a ser aproveitado entre os profissionais. Na reta final da temporada, por exemplo, participou de treinos no CT Joaquim Grava e foi relacionado para oito partidas do Brasileirão. A passagem pelo time de cima, apesar de breve, ajudou o atleta a ter perspectiva de novas chances em 2019, principalmente após o Campeonato Paulista, cuja lista de inscritos será composta por apenas 26 nomes.

A convivência com os jogadores do time profissional fez as mensagens de apoio se multiplicarem imediatamente após a grave lesão na perna. Até mesmo atletas que já deixaram o Corinthians desejaram pronta recuperação ao jovem, casos do volante Paulo Roberto, hoje no Fortaleza, e Danilo, reforço do Vila Nova - o experiente meia sofreu a mesma lesão em 2016 e ficou meses longe dos gramados.

O Corinthians também se manifestou pelas redes e criou a hashtag "Força Fessin". Já o elenco do Ituano, adversário do Corinthians no jogo da última terça, gravou um vídeo de apoio. Na tarde da última quarta, diretores corintianos, além do técnico Eduardo Barroca, estiveram com o atleta no hospital, horas depois da cirurgia. Eles entregaram a Fessin uma camisa do Corinthians com a assinatura de todo o grupo do sub-20. A expectativa é que o retorno aos campos aconteça em seis meses - a cirurgia realizada no Hospital São Luiz foi bem-sucedida.

Fessin ajudou o ´maior goleador do Brasil´

 

Andrei Torres/ABC
Fessin ao lado de Matheus Matias no começo de 2018, quando a dupla defendia o ABC

 

Ainda aos 18 anos, Fessin participou da campanha do ABC na Série B do Brasileirão 2017. No ano seguinte, o meia ganhou sequência na equipe potiguar e ajudou o companheiro Matheus Matias a se tornar o artilheiro do Brasil nas primeiras semanas da temporada - o desempenho fez o centroavante ser contratado pelo Corinthians em fevereiro. 

Fessin, por sua vez, foi comprado pelo clube paulista em maio. À época, a diretoria corintiana antecipou a sua chegada, que estava prevista para setembro. O atleta se apresentou no mês da compra e foi apresentado pelo Corinthians ao lado do diretor Duílio Monteiro Alves. O caminho, porém, foi diferente do trilhado por Matias, que começou já nos profissionais e, sem espaço, foi emprestado ao Ceará.

Nascido em Campina Grande, Fessin viveu um momento especial também fora dos gramados em 2018. Ele ficou noivo em julho passado (a companheira vive com ele na capital paulista, enquanto a família continua na Paraíba). No último dia 4, o meia completou 20 anos e celebrou a data nas redes sociais, compartilhando muitas mensagens recebidas de amigos. Dois dias antes, o jogador deu mostras que 2019 poderia começar como o ano anterior: ele voltou a brilhar, com duas assistências na vitória do Corinthians por 3 a 2 sobre o Capital, na estreia da Copinha.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa