Técnico foi apresentado na Academia de Futebol. Foto: Palmeiras/Divulgação

Técnico foi apresentado na Academia de Futebol. Foto: Palmeiras/Divulgação

De volta ao Palmeiras depois de 10 anos, Vanderlei Luxemburgo chegou animado ao Palmeiras. Contratado para comandar a equipe na temporada 2020, o treinador foi apresentado nesta sexta-feira (20), na Academia de Futebol, e destacou qual vai ser a tônica de seu trabalho: futebol ofensivo.

“O futebol brasileiro sempre teve um DNA ofensivo. Estamos muito preocupados em esquema tático, números, mas o futebol do Brasil é empírico, diferente, mudar de posição. Se perdermos essas características vamos ficar iguais robôs. Sempre ganhamos dos europeus porque fizemos coisas diferentes”, disse o treinador que valorizou o elenco forte do Palmeiras.

“É bom ter um elenco forte. Só um é campeão Brasileiro, são vinte clubes. O Palmeiras ganhou dois em cinco anos. Um elenco forte possibilita isso. Elenco ganha competição, time ganha jogo. A gente sabe da importância de um elenco forte e versátil. Se você tem um jogador que joga duas posições, no mínimo, você aumenta o número de jogadores”, declarou.

Questionado sobre as declarações de Jorge Sampaoli, que disse não ter visto em Santos e Palmeiras capacidade suficiente de brigar de igual para igual com o Flamengo, Luxemburgo desconversou.

“Eu não vou rivalizar com o Flamengo, vou rivalizar com o futebol brasileiro, tenho que ganhar dos clubes que vão disputar comigo a competição. Posso perder para o Ceará, para qualquer equipe, não vou direcionar. Vou direcionar para o Palmeiras virar a melhor equipe do Brasil. O Flamengo só estará incluído na análise que vamos fazer”, disse Luxa que ainda comentou a presença de técnicos estrangeiros no Brasil.

“Essa discussão é eterna. O Jesus ganhou agora. Se você pegar nos últimos anos, qual estrangeiro ganhou aqui no Brasil? É um mérito dele hoje, mas não quer dizer que vai ganhar ano que vem, que um brasileiro vai ganhar. Foi legar colocar a idade dele, tá pertinho, mas ele tem cabelo branco, eu nem pinto. O Felipão ganhou, o Carille ganhou, o Tiago Nunes ganhou, que é mais jovem. Alguém vai ganhar. A gente dá os parabéns ao excelente trabalho que ele fez. O Sampaoli também fez um bom trabalho. Dar os parabéns e vida que segue, não tem que ter comparação. Quantos times bons tivemos? Só aqui no Brasil, ao meu ver, tivemos três Academias. Teve o Flamengo campeão do mundo. Agora é o Flamengo com o Jesus. Mas o Brasil tem uma fartura de grandes equipes. Graças a Deus veio o Jesus e Sampaoli aqui para obrigar essa discussão aqui, isso é legal”, afirmou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa