Equipe do Canindé massacrou o Alvinegro no Pacaembu. Foto: Reprodução

Equipe do Canindé massacrou o Alvinegro no Pacaembu. Foto: Reprodução

A Associação Portuguesa de Desportos, a Lusa do Canindé, que hoje vive uma crise sem precedentes desde sua fundação, em 14 de agosto de 1920, revelou diversos jogadores, mas nenhum com o potencial de Dener (1971 - 1994), cuja carreira foi abreviada em razão de um trágico acidente audomobilístico em 19 de abril de 1994, quando ele estava com 23 anos.

Porém, antes de Dener Augusto de Souza aparecer para o futebol na campanha vencedora do time na Copa São Paulo de Juniores de 1991, a Lusa teve mais momentos de brilhantismo.

Na década de 50, por exemplo, três craques foram à Copa da Suíça, em 1954: Djalma Santos, Brandãozinho e Julinho Botelho.

Em 1973, em que pese a trapalhada de Armando Marques na errada contagem de pênaltis, a Portuguesa acabou conquistando seu único título estadual, dividindo o triunfo com o Santos. 

Mas a lembrança que destacamos é a vitória acachapante diante do Corinthians em 06 de julho de 1975, no Pacaembu, válida pelo Campeonato Paulista daquele ano, quando o time era então comandado por Otto Glória (1917 - 1986) bateu por 5 a 1 o Alvinegro de Parque São Jorge, do técnico Dino Sani.

A Lusa abriu cinco gols de vantagem: dois de Dicá, Zé Maria contra e dois de Enéas (1954 - 1998). O Corinthians fez seu gol de honra com Zé Roberto (1945 - 2016).

ABAIXO, OS GOLS DE PORTUGUESA 5 X 1 CORINTHIANS, PELA TV CULTURA. NARRAÇAO DO SAUDOSO LUIZ NORIEGA (1930 - 2012) E REPORTAGENS DE CARLOS EDUARDO LEITE, O DUDU.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

PORTUGUESA 5 X 1 CORINTHIANS 

CAMPEONATO PAULISTA - 06 DE JULHO DE 1975

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho, (Pacaembu)

Portuguesa: Zecão; Cardoso, Mendes, Calegari e Santos (lsidoro); Badeco e Dicá; Xaxá, Enéas, Tata (Tião Abatiá) e Antonio Carlos. Técnico: Otto Glória.

Corinthians: Luis Antonio; Zé Maria, Baldochi, Cláudio Marques e Wladimir; Russo e Basílio; Vaguinho, Pita (Adilson Miranda), Zé Roberto e Arilson. Técnico: Dino Sani.

Gols: Dicá (pênalti, 20 do 1º), Dicá (33 do 1º), Zé Maria (contra, 40 do1º), Enéas (11 do 2º), Enéas (18 do 2º) e Zé Roberto (28 do 2º), 

Árbitro: Dulcidio Vanderlei Boschilia, 

Renda: Cr$ 399.350,00 (31.041 pagantes)

Antes e depois... À esquerda, o parque aquático em perfeito funcionamento, há alguns anos, na foto de Fatima Hamade Cipriano, sócia da Lusa. À direita, imagem de junho de 2018, enviada por Silvio Moredo, da demolição do parque aquático do Canindé

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa