Monegasco partiu da pole e impôs ritmo forte em Spa-Francorchamps. Foto: Scuderia Ferrari

Monegasco partiu da pole e impôs ritmo forte em Spa-Francorchamps. Foto: Scuderia Ferrari

O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, conseguiu neste domingo (1) sua primeira vitória na Fórmula 1, no GP da Bélgica, disputado no tradicional traçado de Spa-Francorchamps, na Floresta das Ardenas.

O triunfo de Leclerc, de 21 anos,  aconteceu em seu 34º GP na F1, 13ª pela Ferrari após uma temporada pela Alfa Romeo. Esta foi a primeira vitória da Ferrari em 2019.

Depois de partir da pole, Leclerc impôs um ritmo forte para neutralizar qualquer tentativa dos rivais, no início, Vettel e Hamilton, e só perdeu a liderança para Vettel na troca de pneus. Mas a Ferrari queria a vitória, e com Leclerc em ritmo mais forte, pelo rádio foi dado o recado para que Vettel deixasse o monegasco retomar a liderança, que aconteceu na volta 27.

Vettel não conseguiu manter-se à frente das Mercedes e ficou fora do pódio, que além do vitorioso Leclerc teve Hamilton em segundo e Bottas em terceiro. Vettel cruzou a linha de chegada em quarto. 

Mas o final ainda guardou emoção forte na última volta, com Hamilton se aproximando de Leclerc, mas o jovem monegasco conseguiu segurar o pentacampeão.

Alexander Albon, estreando pela Red Bull, fez uma bela prova para terminar em quinto, seguido por Sergio Pérez (Racing Point), que fechou a lista dos seis primeiros. Max Verstappen se envolveu em um acidente com Kimi Raikkonen na primeira volta, logo na primeira curva e acabou batendo em seguida, com a suspensão dianteira esquerda de sua Red Bull avariada depois do toque com a Alfa Romeo do finlandês.

O ponto extra foi para Vettel, que fez uma segunda parada para colocar pneus macios e cravou volta mais rápida.

COMO FOI A PROVA

Na largada, Hamilton tomou o segundo lugar de Vettel mas o alemão recuperou seu lugar de partida logo em seguida, enquanto Verstappen abandonou após um toque com Raikkonen. Verstappen largou mal, perdeu posições e em seguida tentou se recuperar, quando encontrou a Alfa Romeo do finlandês. Com a suspensão dianteira esquerda avariada, Max tentou contornar a Eau Rouge mas acabou batendo. Rakkonenn precisou ir aos boxes para troca do bico. Safety-car na pista logo na volta 1.

Pista liberada...

Reinício da prova na volta 5 e pressão de Hamilton sobre Vettel, enquanto Leclerc conseguia abrir boa margem para seu companeiro de Ferrari.

Sem ameaça de chuva, componente que poderia ser importante para um "embaralhamento" de posições, a prova belga transcorreu sem grandes surpresas, com a Ferrari dominando amplamente.

Após fazerem seus pit-stops, Vettel ganhou a posição de Leclerc, mas o monegasco vinha em seu encalço, com ritmo mais forte e a Ferrari pediu para que Vettel desse passagem a Leclerc, temendo que a Mercedes pudesse tirar proveito da situação.

Na volta 27, Leclerc voltou à liderança e Hamilton se aproximou de Vettel e conseguiu a manobra para ganhar o segundo lugar no giro 32.

Restando 11 voltas, a diferença entre Leclerc e Hamilton era de 6s3, e Bottas começou a aparecer no retrovisor de Vettel, que foi aos boxes para uma segunda troca de pneus, calçando sua Ferrari com pneus macios.

Nas voltas finais, Leclerc viu uma intensa aproximação de Hamilton, mas conseguiu se sustentar à frente para vencer pela primeira vez na F1.

PRÓXIMA ETAPA

Já no próximo fim de semana, dia 08, acontece a próxima etapa, o GP da Itália, em Monza. Raikkonen fez a pole com a marca de 1min19s119, mas a vitória foi de Hamilton, seguido por Raikkonen e Bottas.


  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR TODAS AS COLUNAS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    39
  • 2 San
    37
  • 3 Pal
    36
  • 4 Cor
    32
  • 5 São
    31
  • Veja tabela completa