Espanhol deixa a equipe de Woking e vai para Maranello. Foto: Divulgação

Espanhol deixa a equipe de Woking e vai para Maranello. Foto: Divulgação

Dois dias após anunciar a não prorrogação de contrato com o alemão Sebastian Vettel, a Ferrari confirmou a expectativa que vinha sendo ventilada, a contratação do espanhol Carlos Sainz Jr. para formar dupla com o monegasco Charles Leclerc em 2021.

O passo seguinte, igualmente esperado, também se concretizou, e a McLaren chamou o australiano Daniel Ricciardo (atualmente na Renault) para a vaga deixada por Sainz Jr.

Assim, com total incerteza sobre a temporada de 2020 da F1 por conta da pandemia do novo coronavírus, o próximo ano terá profundas mudanças no grid, com equipes importantes fazendo alterações em seus quadros de pilotos.

Há total incerteza sobre a continuidade ou não de Vettel na categoria, tendo restado, a princípio. apenas uma vaga (pouco interessante para um tetracampeão), a da Renault, que ao menos no presente momento não tem um carro capaz de vencer corridas e muito menos de lutar por um campeonato.

Carlos Sainz Jr, de 25 anos, que está na F1 desde 2015 (estreou pela Toro Rosso), teve um curso apenas mediano pela categoria desde então, com um único pódio, um terceiro lugar, fruto da punição imposta a Lewis Hamilton no GP do Brasil de 2019.

"Estou muito feliz por integrar a Scuderia Ferrari em 2021 e animado com o meu futuro com a equipe. Ainda tenho um ano , importante pela McLaren Racing pela frente e estou realmente ansioso para correr novamente com eles nesta temporada,", ponderou Sainz Jr, referindo-se ao ano em curso. De acordo com o site oficial da Ferrari, Carlos Sainz Jr. assinou para as temporadas de 2021 e 2022.

Daniel Ricciardo, que esreou na F1 em 2011 pela Toro Rosso, a exemplo de Sainz Jr., completa 31 anos em 1º de julho, também agradeceu o time e seu desejo em obter bons resultados pelo time francês.

"Estou tão grato pelo meu tempo com @renaultf1team e pela forma como fui aceito na equipe. Mas ainda não terminamos e mal posso esperar para voltar à competir neste ano. O meu próximo capítulo ainda não chegou, então vamos terminar este forte. obrigado" escreveu Ricciardo em sua página no Facebook. Suas melhores temporadas na F1 foram as de 2014 e de 2016, fechando em terceiro lugar, ambas pela Red Bull. A McLaren, sua futura equipe, que hoje compete com propulsores da Renault, será impulsionada pelos motores da Mercedes no ano que vem.

   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa