Treinador do Peixe destacou que não existe a palavra “medo” no elenco alvinegro. Foto: Santos/Divulgação

Treinador do Peixe destacou que não existe a palavra “medo” no elenco alvinegro. Foto: Santos/Divulgação

A temporada 2020 foi recheada de problemas para o Santos, ainda assim a equipe superou todos os desafios e alcançou a tão sonhada final da Libertadores da América. E é justamente o espirito de união e superação usado para vencer os desafios que o técnico do peixe, Cuca, quer levar para a grande decisão.

Em coletiva pré-jogo no estádio do Maracanã, que recebe a final entre Palmeiras e Santos nets sábado (30), o treinador alvinegro valorizou o caminho do Peixe até a final e destacou a forma como o time se fechou para superar os problemas extracampo.

“Temos uma felicidade muito grande de ver, dentro de todos os problemas que tivemos neste ano... São muitos. Com problemas financeiros, ficamos alheios a tudo isso. A gente fez uma poupança que com certeza mais tarde seria creditada. E está sendo. Ou já foi. Graças ao esforço que toda a diretoria fez e a nós, que soubemos ter paciência. Nosso caminho não foi fácil e fomos criando um vínculo familiar. Amanhã isso não é sinônimo de vitória. O Palmeiras também vai estar no seu máximo. Temos de estudar para fazer as coisas certas”, declarou o treinador santista.

Cuca ainda recordou o caminho do Peixe na competição e valorizou a experiência adquirida pela jovem equipe santista ao longo do torneio.

“A palavra medo não existe. Você estando envolvido nesse processo pode ter algum cuidado maior. A própria competição te ensinou a ser cascudo. Na chave de grupos vencemos o Defensa y Justicia na Argentina, com o Jesualdo. O Delfín é um time complicado, o Olimpia, naquele calor, também complicadíssimo. A LDU, com o Marcelo, lá em Quito. Pouquíssimas equipes vencem. Os resultados ruins fora de casa que tivemos foi o empate com o Grêmio e o Boca. Esses meninos criaram um lastro forte, uma confiança grande. Esse jogo não é em casa nem fora. É uma decisão diferente, de um jogo só. Temos de pensar bem, em todos os sentidos, principalmente na estratégia de jogo”, afirmou Cuca.

O técnico do peixe ainda destacou a necessidade de minimizar os erros diante do Verdão para levar a tão sonhada taça, e elogiou a capacidade do técnico rival, Abel Ferreira.

“É um jogo que você tem de ter o mínimo de erros para sair campeão. O Abel não tem títulos, mas vai ter muitos títulos, quando tiver 57 anos, porque é um ótimo treinador e segue no caminho de ter as conquistas. Tomara que ela venha depois de domingo, lá para frente, que tenha um monte de conquista”, disse.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa