Fabián Bustos, técnico do Santos FC. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Fabián Bustos, técnico do Santos FC. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O São Paulo venceu o Santos na noite da última segunda-feira (2), no Morumbi, pelo placar de 2 a 1, em duelo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Após o apito final, no entanto, os santistas se revoltaram contra o árbitro Leandro Vuaden, reclamando sobre o lance que originou o pênalti que deu a vitória ao Tricolor e sobre uma possível penalidade para o Peixe já nos acréscimos do clássico. 

Fabián Bustos, treinador santista, falou sobre o tema em sua entrevista coletiva. 

"É indignante. Uma pessoa com tanta experiência, o quarto árbitro a um metro. O árbitro de linha marca o lateral para o Santos. Lucas Pires, já no ataque. Ele se equivoca, marca a cobrança contra e não acontece nada? Primeiro, falta clara sobre o Marcos Leonardo. Segundo, lateral era para nós. Se a bola não saiu, o jogador do São Paulo pega a bola com a mão. Não pode uma pessoa com tanta experiência no futebol, de tantos anos. Tenho 500 jogos como treinador, acredito que ele tenha 500 ou mais jogos apitados. É impossível que um clássico, disputado como estava, seja decidido por erro grosseiro”, disparou Bustos. 

Em suas redes sociais, o Santos também reclamou da arbitragem:

"O Santos FC não vai mais se calar. Não é a primeira vez que fomos prejudicados nesta temporada. Seguimos sofrendo com erros inaceitáveis em lances cruciais da partida. A arbitragem do futebol brasileiro precisa de uma reciclagem e de mais responsabilidade em suas atuações. Não só pelo Santos, mas por todos os clubes envolvidos neste esporte. Não queremos ser beneficiados de forma alguma, mas também não aceitaremos ser prejudicados”, publicou o perfil santista no Twitter. 

 

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa