A seleção argentina venceu por 2x0 e garantiu o 2º lugar do Grupo B. (Foto: Carl de Souza)

A seleção argentina venceu por 2x0 e garantiu o 2º lugar do Grupo B. (Foto: Carl de Souza)

Marinho Saldanha
Porto Alegre (RS)

A Argentina está classificada para as quartas de final da Copa América. Jogando na Arena do Grêmio, a Argentina enfrentou o Qatar hoje (23), na última partida da fase de grupos, e venceu pelo placar de 2 a 0, com gols de Lautaro Martínez e Kun Aguero. Com o resultado, os argentinos garantiram o segundo lugar do Grupo B e confirmaram presença na próxima fase.

Com muita pressão no início do jogo, Lautaro Martínez aproveitou vacilo na saída de bola do Qatar e abriu o placar ainda aos três minutos de jogo. Com time ofensivo, a Argentina chegou a criar boas oportunidades ofensivas, mas voltou a ter problemas com a defesa. No segundo tempo, após período de pressão do Qatar, Aguero, que não vinha bem, garantiu a vitória com belo gol. Eliminado, o Qatar, apesar da derrota, mostrou respeito tático e surpreendeu ao conseguir jogar de igual para igual com os rivais sul-americanos.

Com o resultado, a Argentina conquistou a primeira vitória na Copa América e chegou aos quatro pontos, assumindo a segunda colocação do Grupo B - ultrapassando o Paraguai. Agora, os argentinos enfrentam a Venezuela, na sexta-feira (28), no estádio do Maracanã, às 16h (de Brasília).

O melhor: Lautaro Martínez
Lautaro entrou na partida como titular e fez o que dele se esperava: gol. Em uma partida tensa e decisiva, Martínez fez o simples durante toda a partida e aproveitou a única oportunidade que teve em campo.

Os piores: Foyth
Aposta de Scaloni para a decisiva partida contra o Qatar, o jovem Foyth não teve boa performance em Porto Alegre. Com um cartão amarelo no segundo tempo, o defensor não conseguiu conter a velocidade dos atacantes do Qatar e permitiu com que a seleção rival chegasse com perigo ao gol de Armani.

Lautaro é escolhido no lugar de Dybala e mostra oportunismo
A seleção argentina entrou em campo sob o apoio de sua torcida, mas ainda com a desconfiança de uma possível eliminação precoce. Quando o árbitro apitou o início da partida, os jogadores argentinos mostraram que não queriam dar chances ao azar. Com pressão na saída de bola do Qatar nos primeiros minutos, Lautaro Martínez aproveitou vacilo da defesa, recebeu bola no pé e, cara a cara com o goleiro Al-Sheeb, chutou firme e abriu o placar.

Argentina cria no ataque, mas peca na defesa
O gol logo no início deu maior tranquilidade aos jogadores, mas o clima não durou muito. Com mais finalizações ao gol, a Argentina apresentou melhora ofensiva em relação aos últimos jogos, chegando com perigo ao gol rival em arremates de Kun Aguero e dos meias. No entanto, quando a bola rondava a defesa argentina, a torcida na Arena do Grêmio se segurava nas cadeiras. Com a dupla de zaga sem se comunicar e "batendo cabeça", os velozes atacantes do Qatar conseguiram surpreender e levar perigo ao goleiro Armani.

Qatar surpreende no Brasil
Apesar da derrota e da eliminação, o Qatar surpreendeu ao mostrar futebol tático e boa técnica. Mesmo com duas derrotas e um empate, jogou de igual para igual com os adversários sul-americanos. Hoje, contra a Argentina, pecou no início do jogo e permitiu com que os argentinos abrissem o placar no início da partida. Focados, os cataris chegaram a assustar a Argentina no primeiro tempo, com chute na trave em cobrança de falta de Al Hajri.

Torcida argentina invade a Arena
Com pouco mais de 41 mil torcedores presentes na Arena do Grêmio, a torcida argentina invadiu Porto Alegre e mostrou apoio a sua seleção desde antes do início da partida. Nos arredores da Arena, torcedores com camisas azuis já eram maioria. Dentro do estádio, os argentinos comemoraram até gol de Lionel Messi no aquecimento.

Durante o primeiro tempo, um grupo de torcedores do Grêmio puxou gritos de apoio ao clube brasileiro, mas foi vaiado e, logo em seguida, se calou. Na partida entre Uruguai e Japão, também na Arena, torcedores gremistas puxaram gritos, mas não foram silenciados pela torcida.

Aguero perde oportunidades, mas garante a vitória
Kun Aguero não foi nem de longe o principal jogador da partida. O atacante perdeu chance clara no primeiro tempo, após passe milimétrico de Messi, e, no segundo tempo, voltou a mandar para fora outra boa oportunidade. Mas, mostrando por que é o homem de confiança de Scaloni, fez jogada em velocidade e chutou cruzado para marcar o segundo gol argentino.

Messi, novamente, tenta organizar a seleção
Principal nome da seleção argentina, Lionel Messi novamente teve a missão de comandar seus companheiros. Em campo, começou gesticulando e pedindo a bola, mas, já na segunda etapa, pareceu mais estressado em campo. Com a bola nos pés, criou oportunidades boas no ataque, mas seus companheiros, principalmente Aguero, não aproveitaram. Na melhor oportunidade que teve, já no segundo tempo, finalizou de perna esquerda e isolou a bola.

Argentina sai na frente, e perde oportunidades
O jogo começou tenso e seguiu com o clima até o fim. No primeiro tempo, a Argentina pressionou a saída de bola do Qatar e levou a melhor ao abrir o placar com Lautaro Martínez. O gol, que deveria ter dado tranquilidade ao time, fez que o Qatar passasse a atuar mais avançado e levasse perigo ao gol da Argentina. Com Aguero em dia infeliz, a Argentina desperdiçou chances no fim do primeiro tempo, e ainda viu o Qatar acertar bola na trave em cobrança de falta.

No segundo tempo, Messi e companhia voltaram concentrados e buscando o gol, mas novamente com o ataque desperdiçando chances de ampliar. Com menos posse de bola, o Qatar apostou em um contra-ataque para empatar a partida, não conseguiu encaixá-lo devido à pressão dos argentinos até o último minuto.

Deixando a "zica" de lado
Desde 1983 a seleção da Argentina não cai na primeira fase da Copa América. Na época, os argentinos ficaram em segundo lugar no Grupo B, que contava com Brasil (líder) e Equador (último colocado). Com a classificação hoje, a Argentina chuta a "zica" e segue com apenas três eliminações na primeira fase em toda a história do torneio.

FICHA TÉCNICA
QATAR 0 X 2 ARGENTINA

Data e hora: 23/06/2019 (Domingo), às 16h (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Julio Bascuñan (CHI)
Auxiliares: Christian Schiemann e Claudio Rios (ambos chilenos) Árbitro de vídeo: Gabriel Tobar (CHI)
Público total: 41.390 mil
Renda: R$ 7.901.700,00 milhões
Cartões amarelos: Almoez Ali e Boudiaf (QAT); Foyth e Lo Celso (ARG)
GOLS: Lautaro Martínez aos 3 minutos do primeiro tempo e Kun Aguero aos 36 minutos do segundo tempo (ARG)

QATAR: Al-Sheeb; Pedro Correia, Salem Al Hajri, Bassam Hisham e Hatem Abdulaziz (Abdulsalam); Salman, Khoukhi, Boudiaf e Al-Hayados; Almoez Ali e Akram Afif
Técnico: Félix Sánchez

ARGENTINA: Armani; Saravia, Otamendi, Foyth e Tagliafico; Paredes, De Paul e Lo Celso (Acuña); Messi, Aguero e Lautaro Martínez (Dybala)
Técnico: Lionel Scaloni

(Foto: Carl de Souza/AFP - retirada do UOL)

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    52
  • 2 Pal
    47
  • 3 San
    44
  • 4 Cor
    42
  • 5 São
    39
  • Veja tabela completa