O ex-lateral corintiano é o recordista de atuações pelo Alvinegro. Foto: Marcos Júnior Micheleti/Portal TT

O ex-lateral corintiano é o recordista de atuações pelo Alvinegro. Foto: Marcos Júnior Micheleti/Portal TT

Wladimir Rodrigues dos Santos, o "Wladi", como carinhosamente era chamado pelos companheiros do Corinthians, hoje com 65 anos de idade, entrou no gramado do Pacaembu em 28 de março de 1985 para emplacar uma marca histórica pelo Alvinegro de Parque São Jorge, seu 750º pelo clube. 

Jogador que por mais vezes atuou pelo Timão (803 jogos), Wladimir viveu grandes momentos pelo Corinthians, incluindo os títulos paulistas de 1977, 1979, 1982 e 1983, tendo sido um dos líderes da chamada "Democracia Corintiana", ao lado de Sócrates (1954-2011) e Casagrande, entre outros.

Porém, na partida disputada há exatos 35 anos, o ótimo lateral-esquerdo corintiano não pôde comemorar a vitória diante do São Paulo no jogo disputado no Pacaembu, válido pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor venceu por 2 a 1.

O São Paulo contava com o saudoso treinador Cilinho (1939-2019), que dispunha de um elenco formado por jogadores já tarimbados como Careca, Oscar e Pita, mas a pujança tricolor estava em sua juventude, com Muller, Silas e Sydnei, os chamados "Menudos do Morumbi".

O JOGO 750 DE WLADIMIR PELO CORINTHIANS

O São Paulo, mostrando muita rapidez com sua linha de ataque, abriu o placar aos 40 miutos do primeiro tempo, após Muller e Careca tabelarem, Muller recebeu do atacante na frente de Carlos e fez 1 a 0.

Na etapa final, aos 33 minutos, o ex-santista João Paulo o "Papinha da Vila", então defendendo o Corinthians, deixou tudo igual, em uma bela cabeçada após cruzamento preciso do lateral-direito Edson. A bola foi no canto esquerdo baixo do goleiro Tonho.

Tudo se encaminhava para um empate no clássico paulista quando uma confusão na área corintiana gerou o gol da vitória da equipe são-paulina, com Oscar, que tocou de pé direito após receber passe de cabeça de Muller, vencendo o goleiro Carlos, que havia sido seu companheiro de time na Ponte Preta por vários anos.

DEPOIS DO TIMÃO...

Wladimir deixou o Corinthians no final de 1985 e no ano seguinte defendeu o Santo André. Depois, passou pela Ponte Preta e retornou ao Corinthians para mais uma temporada, em 1987. Na sequência, jogou por Cruzeiro e Santos, este o seu último clube, onde atuou em 1989. Clique aqui e veja a página de Wladimir na seção "Que Fim Levou?".

ABAIXO, OS GOLS DE CORINTHIANS 1 X 2 SÃO PAULO, EM 28 DE MARÇO DE 1985, NO PACAEMBU. NARRAÇÃO DE LUIZ NORIEGA (TV CULTURA-SP).

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa